Sobre

Cultura Material e Gênero:

A História das Mulheres no Museu Paranaense.

 

Coordenadora:      Priscila Piazentini Vieira (Dehis-UFPR)
                   Email: priscilav@gmail.com

Vice-Coordenadora: Renata Senna Garraffoni (Dehis-UFPR)
                   Email: resenna93@hotmail.com

Sobre o Projeto:

O presente projeto de extensão é uma parceria entre o Departamento de História da Universidade Federal do Paraná e o Museu Paranaense (MP) e tematiza a história das mulheres por meio do acervo do Museu, articulando ensino, pesquisa e extensão. A partir de debates sobre gênero e cultura material, visa-se proporcionar uma formação sólida do ponto de vista teórico-metodológico para os estudantes do DEHIS/UFPR envolvidos e, também, de cidadania, na medida em que se pretende um diálogo aberto com a comunidade que frequenta o MP. Nesse sentido, o presente projeto inova na elaboração da produção do conhecimento histórico, pois visa a transformação de narrativas museográficas, intervindo na forma de apresentar o circuito expositivo do MP da história militar e política do Paraná, basicamente masculina, para o âmbito da diversidade de experiências das mulheres, tais como as das trabalhadoras, as de elite, as indígenas, as afro-descendentes. A atuação destas serão percebidas, ainda, não somente em seus âmbitos de ação tradicionais, como a esfera privada, mas, também, por exemplo, no mundo do trabalho e na produção da ciência, desconstruindo as imagens naturalizadas das diferenças de gênero e propondo, por meio do debate público, outras narrativas do passado nessa instituição centenária. Para tanto as atividades estão divididas da seguinte maneira:

Pesquisa:

Os estudantes dos cursos de graduação em História da UFPR, selecionados por meio de edital, farão pesquisa em três eixos temáticos:

Arte: O MP tem um bom acervo de pinturas, retratos e desenhos, mas foi pouco estudado. Nesse sentido, esse eixo de trabalho pretende realizar um levantamento de pinturas produzidas por mulheres no acervo do MP, bem como retratos em que estejam presentes ou desenhos científicos atribuídos à mulheres.

Trabalho: há uma infinidade de profissões e trabalhos realizados por mulheres, mas nem sempre estão visíveis nos museus e no MP não é diferente. Esse eixo visa um levantamento do mundo do trabalho em que as mulheres foram protagonistas e puderam, por meio dele, lutar por seus direitos. Será estudado o acervo tridimensional e as fotografias, visando destacar as diferentes formas de atuação como professoras, secretárias, costureiras, telefonistas, entre outras possibilidades.

Costumes: Esse eixo irá cruzar as informações presentes nos acervos de revistas de moda e costume com o de vestimentas. A proposta é perceber a circulação de ideias e costumes por meio dos trajes.

Ensino e Extensão:

Ao longo dos dois anos de duração do projeto, haverá uma série de atividades abertas para a participação da comunidade, são elas:

      Rodas de Conversa: são atividades mais informais nas quais serão convidadas mulheres da comunidade que tenham atuação na defesa dos direitos das mulheres ou no mundo das artes para contarem suas experiências e memórias, bem como comentarem o papel do MP em políticas públicas de inclusão social.

      Oficinas: são atividades de caráter mais acadêmico em que serão convidados profissionais e especialistas para debaterem temas de interesse do projeto e da comunidade como memória, patrimônio, gênero, museologia, arqueologia pública, entre outros.

      Intervenção no circuito expositivo: o debate de ideias com a comunidade e a pesquisa de acervo visam a realização de intervenções no circuito expositivo permanente do MP, buscando dar maior visibilidade para a presença da mulher e seus múltiplos de atuação social.

Advertisements